quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Audiência Pública sobre Financiamento da Arte e da Cultura

A deputada Luciane Carminatti, presidente da Comissão de Educação, Cultura e Deporto da Alesc, aprovou a realização de audiência pública que debaterá mecanismos de financiamento da arte e da cultura em Santa Catarina. A audiência será realizada no dia 10 de outubro, às 18h30, no Plenarinho Paulo Stuart Wright, na Alesc.

Um dos principais problemas enfrentados pela área da Cultura em SC diz respeito ao financiamento. “A insatisfação de artistas, produtores, grupos, coletivos e gestores públicos com o Fundo de Incentivo à Cultura – Funcultural é generalizada. Como presidente da Comissão de Cultura, temos levantado discussões sobre a Cultura no âmbito do Legislativo e, com essa audiência, pretendemos buscar o compromisso do governo em executar as reivindicações da comunidade cultural”, disse Luciane.  

O Sistema Nacional de Cultura (SNC) prevê a diversificação dos mecanismos de fomento e financiamento da arte e da cultura. Contudo, o projeto de lei do Sistema Estadual de Cultura, protocolado pelo governo, não modifica o Fundo de Incentivo à Cultura – Funcultural (lei 13.336/2005), nem cria outros mecanismos.

“Aprovar o Sistema sem mecanismos adequados de financiamento da política cultural não ajuda a resolver os problemas da Cultura. O Fundo, que deve ser gerido pelo Conselho Estadual de Cultura, é o principal mecanismo previsto pelo SNC. Por meio do Fundo, é possível financiar os programas, projetos e ações estabelecidos no Plano Estadual de Cultura. A distribuição de seus recursos deve ser feita de maneira democrática e transparente, por meio de editais; ele deve, também, transferir recursos aos fundos de municípios que possuam conselho e plano de cultura devidamente instituídos”, disse Luciane.       

A lei federal 13.019/2014, que entrou em vigor para os Estados em 2016, passou a exigir mudanças na lei do Funcultural, uma vez que a parceria entre a administração pública e as entidades privadas deve ser feita por meio de seleção pública; a maior fonte de recurso do Fundo (contribuição de empresas por meio de desconto do ICMS) está em cheque, pois há uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) tramitando no STF contra o artigo da lei 13.336/2005 que trata desse desconto; além disso, hoje, a lei permite que o custeio da SOL e da FCC (inclusive o salário de seus servidores) seja feito com recursos do Funcultural, algo que deveria ser feito com recursos orçamentários. “A lei do Funcultural é completamente obsoleta e precisa urgentemente ser reformulada”, afirmou Luciane.

A diversificação dos mecanismos de financiamento é necessária para possibilitar a sustentabilidade da Cultura: “Outros Estados dispõem de diferentes mecanismos. A renúncia fiscal é uma alternativa bastante difundida. O BADESC e o BRDE poderiam criar linha de crédito para micro e pequenas empresas que atuam na economia da cultura. As empresas estatais de SC poderiam ter editais próprios para seleção de projetos por meio da lei Rouanet. Ou seja, o governo precisa enxergar a potencialidade da Cultura como instrumento de desenvolvimento econômico e social”, disse Luciane.


ENTIDADES CONVIDADAS

Para participar da audiência, foram convidadas as seguintes entidades: Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Desporto (SOL), Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Conselho Estadual de Cultura (CEC), Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (BADESC) e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).


CAROLINA TIMM
Assessoria de Comunicação - Deputada Luciane Carminatti

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

6ª Conferência Municipal de Cultura

Nesta sexta-feira (15/09/2017) e Sábado (16/09/2017), acontece a 6ª Conferência Municipal de Cultura, em Joinville/SC.


A Inscrição online estará acontecendo até 14/09/2017, no link :
https://intranet.joinville.sc.gov.br/…/cadastro/index/id/308
-> Inscreva-se!
#15/09 - 19h - Eixo I. Desmonte: Ameaças
* Palestra com Bia Mattar
*Apresentação Cultural - Duo de Saxofone e Piano da Escola de Música Villa-Lobos da Casa da Cultura.
#16/09 - 9h - Eixo II. Remonte: casos de sucesso, panorama;
* Palestra com Silvestre Ferreira
#16/09 - 14h - Eixo III. Novas Perspectivas
* Palestra com Jonaya de Castro
*Apresentação Cultural - Grupo Infantil da Escola Municipal de Ballet

Corpo, Percepção, CI, Água, Dança, Astrologia

O dançarino e pesquisador baiano Hugo Leonardo estará em Florianópolis entre 14 e 23 de setembro para uma série de atividades envolvendo dança, água, corpo, astrologia e CI (contato improvisação).




Veja as ações:

Oficina DANÇA IMPREVISTA (gratuito)

Perceber e dançar são aspectos mutuamente experimentados, possíveis de serem desenvolvidos para além dos condicionantes culturais, ou seja, questionados criativamente. A intensificação da atenção e da percepção compõe experiências estéticas de vida e podem potencializar o corpo em cena e a dança. São estratégias interessantes para lidar com imprevistos no contexto da arte e para lidar com a arte que deseja o imprevisto.
Quando: 14/9, 14h as 17h
Onde: sala 210, Bloco D, CCE no prédio novo do Departamento de Artes, UFSC.


JAM na Udesc (gratuito)

Espaço aberto a livre experimentação do corpo e do movimento com aquecimento conduzido por Hugo Leonardo. Não há necessidade de experiência prévia.
Quando: 15/9, 18h as 21h
Onde: laboratório 3, Ceart/Udesc


CONTATO IMPROVISAÇÃO E ÁGUA (intensivo)

Práticas em estúdio e na piscina. Trazer a investigação do movimento e dança contato improvisação para o ambiente aquático proporciona um território técnico, poético e vivencial totalmente singular para essa prática. As forças físicas que interessam tanto no contato, bem como princípios de fluxo, tônus e eixo ganham possibilidades inteiramente novas. Se a dança contato improvisação pode ser um estado de comunicação não verbal amplamente ancorado na fisicalidade, a água parece acrescentar provocar novas reflexões no campo concreto ou metafórico a respeito de comunicação e contato: empatia, sensualidade, lirismo, simultaneidade, o desconhecido, etc.
Mais detalhes: Contato Improvisação e Água/evento facebook 
Quando: 14 a 19/9 (consulte programação no link acima).
Onde: Espaço Transformando e Mãe Dágua


CORPO e ASTROLOGIA

Uma experiência movente vivencial com base nas relações entre as partes, as relações e os sentidos do corpo com os signos.
Quando: 20/9, 19h as 21h (ou 19/9, 17h as 18h30) 
Onde: IANDÉ saúde, arte e gastronomia.
Endereço: Estrada Cristóvão Machado de Campos, 6.191, Florianópolis
Valor sugerido: entre R$ 25,00 e R$ 100,00
Contato: entraemcontato@gmail.com 48 9-957-6777 (Ana)


CONSUTA: 

Hugo Leonardo realizará atendimentos individuais como astrólogo entre 19 e 23/9. 
Agendamentos: (71) 9-9609-0660 (wpp). Valor consulta individual R$ 250,00 (duas horas).


AUTÓGRAFO:

O livro “Desabituação Compartilhada; Contato Improvisação, Jogo de Dança e Vertigem”, de Hugo Leonardo, estará à disposição para compra com direito à dedicatória. É o segundo livro do autor dedicado à improvisação em dança. Trata de reflexões e experiências na dança de Contato Improvisação com foco na atividade perceptiva do dançarino. Uma prática de movimento ancorada no treinamento da mente, consciência, percepção, um exercício sobre a perturbação dos sentidos. Um livro dedicado a quaisquer pessoas interessadas em práticas do movimento e artes do corpo como contexto de exploração da mente-consciência e cultivo de visão de mundo. O livro reflete um extenso percurso artístico, educacional e acadêmico dedicado a dança e inspirado por estudos da cognição (filósofos da mente, neurocientistas, biólogos, etc.). Valor, a partir de R$ 50,00.


Sobre HUGO LEONARDO

Dançarino, isto é, alguém que vê o mundo pela dança. Corporeador de projetos poéticos. Dedica-se ao contato improvisação desde 2001, com atuação em eventos relacionados a essa investigação do movimento e dança no Brasil e no exterior, em que se destaca a idealização e direção artística do EmComTato Festival de Contato Improvisação, na Bahia. Mestre em dança e doutor em artes cênicas pela Universidade Federal da Bahia, é autor dos livros “Poética da Oportunidade: Estruturas Coreográficas Abertas à Improvisação”, (EDUFBA-2009), e “Desabituação Compartilhada: Contato Improvisação, Jogo de Dança e Vertigem” (Selo A Editora-2014). É idealizador da NAU (Nascente Arte e Utopia), projeto em curso de estabelecimento de instituto de educação e pesquisa relacionado com um centro rural para residências de criação na vizinhança do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Cada vez mais interessado no seu corpo dançante no meio aquático, desde a parceria para a realização de workshops de contato improvisação na água da dançarina e professora Sasha Bezrodnova (Rússia), em 2015 e 2016, na Bahia. Desde então estabelecido como o encontro “Macacos Aquáticos”, na praia de Moreré, Ilha de Boipeba (BA).

“Sou dançarino. Sou também astrólogo. Prefiro dizer contador de histórias astrológicas. São duas formas que encontrei de me ocupar com construir significados sobre os sentidos nessa aventura de ser um eu-corpo-vivo neste tempo que me cabe
. E partilho isso. Dançar tem me ajudado a refletir sobre quase tudo, é meu maior esforço de sabedoria. Também me obriga a refletir sobre coisas que eu nem imaginaria possível. A astrologia mapeia ritmos e qualidades com histórias. Os corpos e os espaços são muito grandes ali. Com meu corpo pequeno, encurto distâncias para o outro que dá notícias constantes de mim. Não sou apenas o mapa, sou também o viajante e a viagem. Sou corpo imaginante, errante, também constelado de ritmos, qualidades e histórias. Tenho muita ordem e muito caos em mim. Isso parece-me perfeito para dançar.”


PROGRAMAÇÃO 

14/9 (quinta)
14h as 17h Oficina: Dança Imprevista (atividade gratuita). 
Local: sala 210 no prédio das Artes Cênicas da UFSC 
 19h as 20h30 – acquaJAM, na piscina (com introdução ao Contato Improvisação e Água). Local: Mãe Dágua

15/9 (sexta)
18h as 21h - Jam na Udesc (com aquecimento conduzido por Hugo Leonardo). Atividade gratuita. Local: laboratório 3, Ceart/Udesc

16/09 (sábado)
10h as 13 - Oficina de Contato Improvisação e Água
Local: salão do Espaço Transformando
15h as 16h30 - Oficina de Contato Improvisação e Água
Local: piscina da Mãe Dágua. 
18h30 em diante – Jam
Local: salão do Espaço Transformando

17/9 (domingo)
10h as 12h - Oficina de Contato Improvisação e Água*
Local: salão do Espaço Transformando.
15h as 18h Jam* 
Local: salão do Espaço Transformando

19/9 (terça)
19h as 20h30 – acquaJAM* na piscina (com aquecimento conduzido por Hugo Leonardo). Local: Mãe Dágua

20/9 (quarta)
19h as 21h – Corpo e Astrologia
Local: IANDÉ saúde, arte e gastronomia

Endereços:

UFSC: Campus, Sala 201, bloco D do prédio novo do Departamento de Arte, bairro Trindade, Florianópolis
Mãe Dágua: Servidão Rio Ponche, 75, bairro Rio Vermelho, Florianópolis
Udesc: Av. Madre. Benvenuta, 2517, bairro Itacorubi, Florianópolis
Espaço Transformando: Servidão Rio Ponche, 733, bairro Rio Vermelho, Florianópolis
IANDÉ saúde, arte e gastronomia. Estrada Cristóvão Machado de Campos, 6.191, Florianópolis

CONTATOS: entraemcontato@gmail.com (48) 9-9957-6777
REALIZAÇÃO: Entrando em Contato e Dança Imprevista 
PARCERIA: Espaço Transformando Mãe Dágua, AINDÉ saúde arte gastronomia, Festival Transformando pela Prática, Natural Veggie Hostel, Ceart/Udesc, CDS e CCE/UFSC e coletivo transitório de praticantes de contato improvisação da Ilha
AGRADECIMENTOS: Nani Lobo, Vera Torres, Debora Zamarioli e Isadora Paz 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Registro do Fórum Estadual de Dança

APRODANÇA - Associação de Profissionais de Dança de Santa Catarina realizou o Fórum Estadual de Dança, durante a programação do Prêmio Desterro, com a temática Dança e Articulação Política e Institucional. O encontro aconteceu no dia 30 de agosto de 2017, às 15h30, no Cinema do CIC – Florianópolis/SC.

Bia Mattar (Mediadora do Fórum) comunicou que devido ao compromisso da Deputada Estadual Luciane Carminatti na ALESC, não pode estar presente no Fórum Estadual de Dança, sendo que Pedro Donadelli veio representa-la. Deivison Garcia justificou que devido o envolvimento na produção do Prêmio Desterro teve que se ausentar no Fórum.

Síntese das Falas:

Sandra Meyer (Profª Dra. da UDESC  - Universidade do Estado de Santa Catarina), apresentou um relato de falas provenientes de profissionais de dança ocorridas durante o “Bate Papo” realizado na circulação do Espetáculo Narrativas em dois corpos, em turnê pela Rede Sesc de Teatros. Este diagnóstico servirá para compor dossiê de justificativa para entregar às instituições envolvidas na implantação do Curso de Graduação em Dança na UDESC.

Maxwell Sandeer Flor (Presidente da APRODANÇA – Associação de Profissionais de Dança de Santa Catarina), compartilhou informações sobre encaminhamentos a respeito da implementação do curso de Dança na UDESC, no CEC – Conselho Estadual de Dança. Salientou que foi criado GT (Grupo de Trabalho) após reunião com a Deputada Estadual Luciane Carminatti, e que solicitou carta de apoio do CEC para reforçar os encaminhamentos junto as instituições envolvidas.

Marco Aurélio Souza (Coordenador do Curso de Graduação em Dança da FURB) relatou os procedimentos da implementação do Curso de Dança na FURB, que nesse semestre iniciou a primeira turma de graduação em dança de SC, com 20 acadêmicos. Comentou sobre a importância das bolsas de estudos para acadêmicos e da descentralização das graduações de nas artes cênicas em Santa Catarina.

Pedro Donadelli (Analista de Cultura e assessoria da Deputada Estadual Luciane Carminatti), destacou que o Governo de SC não repassa às bolsos de estudo com os recursos que a lei determina, sendo que o governo passou apenas 30% do montante previsto do orçamento do Artigo 170. Em relação ao patrimônio cultural catarinense, a deputada Luciane Carminatti, solicitou atenção do CEC – Conselho Estadual de Cultura à concessão do título de “Mestre e Mestra das Artes e Ofícios de Santa Catarina” aos cidadão e cidadãs que se destacam por sua trajetória no campo do patrimônio imaterial.

Bia Mattar (Produtora cultural e curadora artística do Prêmio Desterro) onde mediou o Fórum, frisou que sempre é bom, finalizar encontro com encaminhamentos: registrando e compartilhando o um breve relato do FED e solicitação de reunião com Deputado Estadual Marcos Vieira, Presidente da Comissão de Finanças e Tributação da ALESC, com a participação da Deputada Luciane Carminatti.




Registro: Maxwell Sandeer Flor
Presidente da APRODANÇA

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Fórum Estadual de Dança

APRODANÇA - Associação de Profissionais de Dança de Santa Catarina organiza Fórum Estadual de Dança, durante a programação do Prêmio Desterro. Com a proposta de criar um agenda positiva para a cultura com interlocução nas diversas instituições culturais e câmaras legislativas nas três esferas, nacional, estadual e municipais, foi definida no coletivo a temática do fórum [Dança e Articulação Política e Institucional]. O encontro acontecerá no dia 30 de agosto de 2017, às 15h30, no Cinema do CIC – Florianópolis/SC.

Convidados:

Deputada Estadual Luciane Carminatti – Coordenadora da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da ALESC
Sandra Meyer – Profª Dra. da UDESC  - Universidade do Estado de Santa Catarina e Coordenadora do Projeto de criação e implantação do Curso de Licenciatura em Dança do CEART/UDESC
Marco Aurélio Souza – Doutorando e Coordenador do Curso de Graduação em Dança da FURB
Deivison Garcia – Produtor Cultural e Coordenador da CAIC - Comissão de Avaliação de Incentivo à Cultura da FCFFC - Fundação Franklin Cascaes
Maxwell Sandeer Flor – Produtor Cultural da UNESC e Presidente da APRODANÇA – Associação de Profissionais de Dança de Santa Catarina

Mediação:

Bia Mattar – Bailarina e produtora cultural. Curadora artística do Prêmio Desterro. Membro do Conselho Nacional de Políticas Culturais




quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Espetáculo de dança "Narrativas em dois corpos" 


APRODANÇA, prestigiando e participando do [bate papo] do Espetáculo de dança "Narrativas em dois corpos" em Laguna no Cine Mussi, de nossas colegas artistas: Sandra Meyer e Diana Gilardenghi.




A programação detalhada do Espetáculo, pode ser consultada em: http://www.sesc-sc.com.br/evento/3619/null.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Espetáculo de dança “Narrativas em dois corpos” circula na Rede Sesc de Teatros


De 16 a 24 de agosto, as experientes dançarinas Diana Gilardenghi e Sandra Meyer realizam turnê pela Rede Sesc de Teatros com o espetáculo “Narrativas em dois corpos”. As apresentações gratuitas acontecem nos teatros do Sesc em Chapecó (16/08), Lages (17/08), Florianópolis Prainha (19/08), Laguna / Cine Teatro Mussi (20/08), Itajaí (22/08), Jaraguá do Sul (23/08) e Joinville (24/08). Na Capital a apresentação integra a programação do 14º Festival Palco Giratório.

Após quarenta anos de trabalho, Sandra Meyer (Florianópolis, SC - 1957) e Diana Gilardenghi (Lincon, Buenos Aires - 1957) se encontram para inventar e se reinventar na dança, para descobrirem o que ainda resiste e re-existe ao permitir que seus modos de criar se alterem nas relações de uma com a outra e com contextos que envolvem o local em que viveram/vivem. Nessa ação se entrelaçam trajetória pessoal, contexto social e história da dança em composições que emergem de cada encontro entre as artistas. Gesto e fala transitam de um corpo a outro, traçam temporalidades e deixam a ver vestígios de experiências passadas que irrompem o presente. A classificação etária é 12 anos.

Após a apresentação em cada cidade, haverá bate-papo com o grupo, sobre os modos de composição e coreografia a partir de elementos da história pessoal e história da dança brasileira e argentina; Composição "com" a cidade; e contextos de produção e formação em dança em Santa Catarina. A programação detalhada pode ser consultada em: http://www.sesc-sc.com.br/evento/3619/null.




Sobre as artistas:

Sandra MeyerProfessora Titular do Programa de Pós-Graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina. Doutora pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Arte, Comunicação e Semiótica pela PUC de SP e autora do livro “A Dança Cênica em Florianópolis” (1994) e “As metáforas do corpo em cena” (2009 e 2011).

Diana Gilardenghi – Professora, bailarina e coreógrafa. Integrou os grupos Duggandanza, Plastercaster, Potlach e Ronda. Em 2000 foi contemplada pelo programa Rumos do Itaú Cultural com o trabalho Crosta. Recebeu o Prêmio Klauss Vianna 2008 para a realização de Um Duplo e Klauss Vianna 2011 para o espetáculo “Em Constante”. Leciona Dança Contemporânea em Florianópolis e integra o coletivo de pesquisa e criação em artes presenciais Mapas e Hipertextos.

Ficha técnica “Narrativas em dois corpos”:
 

Duração: 01h
Classificação Etária: 12 anos

Artistas em cena: Diana Gilardenghi e Sandra Meyer
Articuladoras: Milene Duenha e Paloma Bianchi
Criação e concepção: Diana Gilardenghi, Milene Duenha, Paloma Bianchi, Sandra Meyer
Edição de Som: Hedra Rockenbach
Consultoria de Composição em Tempo Real da ação um: Arlette Souza e Souza
Figurinista: Alice Assal
Fotografia: Pedro Alípio Nunes
Assessoria de Imprensa: Neri Pedroso
Filmagem e edição: Alan Langdon

CRONOGRAMA:


DE 16 A 24 DE AGOSTO DE 2016


16/08 (qua), às 19h30, no Teatro do Sesc em Chapecó – Rua Brasília, 475-D – J. Itália (49) 3319.9100

17/08 (qui), às 20h, no Teatro do Sesc em Lages – Av. Dom Pedro II, 1693 (49) 3222.3936

19/08 (sáb), às 20h, no Teatro do Sesc em Florianópolis Prainha – Travessa Syriaco Atherino, 100 - Centro, (48) 3229.2200

20/08 (dom), às 20h: no Cine Teatro Mussi em Laguna – Rua Osvaldo Cabral, 165 – Centro Histórico (48) 3644.0152

22/08 (ter), às 20h, no Teatro do Sesc em Itajaí – Rua Almirante Tamandaré, 259 – Centro (47) 3249.3850

23/08 (qua), às 20h, no Teatro do Sesc em Jaraguá do Sul – Rua Jorge Czerniewicz, 633 (47) 3275.7800

24/08 (qui), às 20h, no Teatro do Sesc em Joinville – Rua Itaiópolis, 470 - América. (47) 3249.3850


Fonte:

http://www.sesc-sc.com.br/blog/cultura/espetaculo-de-danca-narrativas-em-dois-corpos-circula-na-rede-sesc-de-teatros